reportagem

Seixal recebeu Conferências «Democracia e Poder Local na Defesa dos Valores Ambientais»

Diálogo e parcerias alargadas são cada vez mais indispensáveis no futuro

No encerramento da Conferência «Democracia e Poder Local na Defesa dos Valores Ambientais», realizada ontem no Seixal, Francisco Narciso, presidente do Conselho de Administração da SIMARSUL recordou que o 25 de Abril foi uma data que deu “indiscutivelmente” um contributo para “o sucesso inegável dos progressos obtidos na melhoria da saúde pública, do bem-estar das populações e do desenvolvimento, competitividade e sustentabilidade do nosso território, hoje tão evidentes quando observamos atentamente as linhas e massas de água, é um desafio constante.”

No Auditório dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal, ontem, decorreu a segunda conferência do Ciclo de Conferências que estão a ser promovidas pela Simarsul, em parceria com os municípios para assinalar os 20 anos da empresa.

Fazer por um futuro melhor, sustentável, para o território

Na sessão de encerramento, Francisco Narciso, Presidente do Conselho de Administração da Simarsul, salientou que este ciclo de conferências para além do assinalarem os 20 anos da empresa, e procurar através de uma iniciativa de proximidade, fazendo um balanço do trabalho realizado no território são, também um momento para reflectir sobre “que estamos a fazer por um futuro melhor, sustentável, para o território.”
Para Francisco Narciso, estas conferências realizadas e, em parceria com os municípios visam na proximidade ir “ouvindo em particular as populações servidas, os municípios, as principais instituições com quem lidamos, sejam reguladores, sejam ONG, a academia, promotores de atividades económicas e comunicação social, que desde o início nos acompanham, e a quem muito devemos.”

Diálogo e parcerias alargadas são cada vez mais indispensáveis

O presidente da Simarsul, salientou que “o diálogo e as parcerias alargadas são cada vez mais indispensáveis para o futuro, assim como comunidades mais informadas e ativas em defesa da preservação do ambiente e da saúde pública, mas também em saber responder às situações de crise que vamos continuar a enfrentar.”
Neste contexto disse que “seria uma falha imperdoável não nos associarmos às comemorações dos 50 anos do 25 de abril”, afirmando que estas conferências que olham o passado, a pensar no futuro, são um contributo para comemorar os 50 anos do 25 de Abril, uma data que deu “indiscutivelmente” um contributo para “o sucesso inegável dos progressos obtidos na melhoria da saúde pública, do bem-estar das populações e do desenvolvimento, competitividade e sustentabilidade do nosso território, hoje tão evidentes quando observamos atentamente as linhas e massas de água, é um desafio constante.”

Ambiente é um desafio constante

O presidente da Simarsul, referiu que a actividade nesta área do ambiente é “um desafio constante, não só porque o baixar a guarda pode deixar tudo a perder muito rapidamente, porque o contributo contínuo de todos é indispensável, desde os mais singelos gestos quanto ao encaminhamento de resíduos e óleos, ao complexo processo de tratamento, como os desafios com que nos confrontamos, seja em termos de impacto de produtos farmacêuticos, cosméticos ou microplásticos, e mesmo segurança hídrica.”

Neste âmbito alertou para a necessidade da “segurança hídrica”, assim como a “produção e o fornecimento de água para reutilização é já hoje uma atividade principal, e o destino a dar anualmente a 30 hm3, para quem capta anualmente 50 hm3 para consumo urbano, é do interesse de todos.”, ou a “iniciativa inovadora de monitorização do impacto nos ecossistemas”.

Acelerando a economia circular da água e ação pelo clima

“No momento em que o Grupo Águas de Portugal assinala os seus 30 anos e a SIMARSUL 20 anos, fica mais uma vez evidente, que fazemos parte de uma história que muito contribuiu para alterar o panorama do desempenho ambiental no nosso país, como estamos muito comprometidos com o futuro, acelerando a economia circular da água e ação pelo clima, ambições que concretizam o nosso propósito de fazer a diferença na vida das pessoas, incentivando a inovação em prol de um futuro mais sustentável. Por isso o nosso lema Ontem e Hoje a Tratar o Futuro.”, disse Francisco Narciso.

23.04.2024 - 14:29

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.