Conta Loios

reportagem

Barreiro - Taça Escolar de Educação Rodoviária na Escola Álvaro Velho
“Sentimos que estamos a colaborar de uma forma mais directa para a formação dos alunos”

Barreiro - Taça Escolar de Educação Rodoviária na Escola Álvaro Velho<br>
“Sentimos que estamos a colaborar de uma forma mais directa para a formação dos alunos” Álvaro Velho com aluno apurado como suplente para ir às finais nacionais

Hoje, pela manhã, realizou-se, na Escola Álvaro Velho, a fase distrital de Setúbal da Taça Escolar de Educação Rodoviária, uma iniciativa promovida pela Prevenção Rodoviária Portuguesa, que contou com o apoio do Instituto Português da Juventude - Delegação de Setúbal, onde estiveram presentes 38 alunos de seis escolas do distrito, com idades compreendidas entre os dez e os 14 anos.

“É de início que aprendem, para um dia mais tarde serem uns adultos a cumprir as regras principais”

Do Instituto Português da Juventude - Delegação de Setúbal, Paula Pacheco sublinhou a importância da realização de uma iniciativa que, no seu entender, “sensibiliza as crianças e os jovens a terem todos os cuidados na via pública, a aprenderem a andar na estrada e a cumprirem as regras e os sinais”. E tratando-se de uma actividade que se destina aos alunos do 2º Ciclo, considera: “é de início que aprendem, para um dia mais tarde serem uns adultos a cumprir as regras principais”.

Prova prática “para aplicarem o que aprendem na teoria”

Nesta fase distrital, os jovens realizaram primeiramente uma prova teórica, onde lhes foram colocadas questões a respeito dos sinais e regras de trânsito, para seguidamente realizarem a Prova de Maneabilidade, que consiste numa prova prática de bicicleta que se efectua numa pista com sinais a cumprir e obstáculos a ultrapassar. “Para aplicarem o que aprendem na teoria”, sublinha Paula Pacheco.

Álvaro Velho com aluno apurado como suplente para ir às finais nacionais

No final da prova foram apurados dois alunos, o David Marques, da Escola D. João I e a Sara Dias, da Escola Dr. António Augusto Lobo e dois suplentes, sendo eles, Francisco Nogueira, da Escola Álvaro Velho e Ana Flávia, da Escola EB 2,3 Costa da Caparica. Jovens que durante a prova conseguiram seguir mais à risca os conselhos de Paula Pacheco: “Têm de ter atenção com as prioridades, andar sempre pela direita, fazer a sinalização para onde vão virar”. Paula Pacheco anunciou ainda que a última fase é a Prova Nacional que se irá realizar em Coimbra, com datas marcadas para dia 28 e 29 de Fevereiro e 1 e 2 de Março.

“Sentimos que estamos a colaborar de uma forma mais directa para a formação dos alunos”

Da Escola Álvaro Velho, o professor Octávio Rodrigues considerou que a realização da prova distrital neste estabelecimento de ensino constitui: “uma grande importância” e acrescenta: “tendo em conta que sentimos que estamos a colaborar de uma forma mais directa para a formação dos alunos”. Na primeira vez que a Escola Álvaro Velho recebe a final distrital, sublinha que esse facto vem ao encontro das propostas que tem feito, ao nível de descentralizar a prova: “É mais importante ser feito nas escolas, até por uma questão de intercâmbio”, sublinha. O que considera fundamental é que haja uma mensagem a passar “que é a da segurança rodoviária,” e acrescenta: “o que é de um alto valor pedagógico, eles neste momento são peões, são ciclistas, mas amanhã serão condutores e é importante que tenham logo de raiz esta sensibilidade”.

Pista do Governo Civil de Setúbal ao dispor das escolas

Octávio Rodrigues chamou ainda a atenção para a recuperação da Escola Móvel de Trânsito que andará pelo país, pela Prevenção Rodoviária Portuguesa, e lembrou que o Governo Civil de Setúbal tem uma pista própria que estará ao dispor das escolas interessadas, funcionando ao nível do 1º e 2º ciclo.

“Semana da Protecção Civil” de 25 a 29 de Fevereiro na Escola Álvaro Velho

Tendo criado este ano o Clube de Protecção Civil, a Escola Álvaro Velho tem também agendado um conjunto de iniciativas entre os dias 25 e 29 de Fevereiro, que têm por mote: “Semana da Protecção Civil” e que estão integradas no âmbito do Plano de Protecção e Emergência, aprovado em 2006.

Para fomentar a Educação Rodoviária nas escolas

Ainda sobre a Taça Escolar de Educação Rodoviária, de sublinhar que se trata de um concurso nacional, promovido pela Prevenção Rodoviária Portuguesa, que visa fomentar a Educação Rodoviária nos estabelecimentos de ensino. Realiza-se anualmente e tem por objectivo contribuir para a redução de acidentes rodoviários, que constituem a primeira causa de morte, invalidez permanente e hospitalização dos adolescentes.

Andreia Catarina Lopes

8.2.2008 - 14:30

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.