Conta Loios

moldura

Barreiro - Construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho
Câmara Municipal não apresentou candidatura
. afirma Comissão de Utentes

Barreiro - Construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho<br />
Câmara Municipal não apresentou candidatura<br />
. afirma Comissão de UtentesOntem em sessão de câmara soubemos que a mesma nem foi feita pois o dinheiro atribuído não chegava para todas as candidaturas, havendo só 7 milhões para a área metropolitana.

A Construção da Unidade de Saúde no Alto Seixalinho será sempre vista como a satisfação de uma longa aspiração e reivindicação da população.

Câmara Municipal do Barreiro não apresentou candidatura à construção do centro de saúde no Alto do Seixalinho

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro há mais de uma década que luta por um centro de saúde digno de cuidados de saúde primários e de proximidade com condições de atender quem ali se desloca.

A comissão lançou uma petição pela construção do centro de saúde em Maio de 2018.
Petição esta que recolheu mais de 4300 assinaturas e foi entregue na presidência da Assembleia da Republica no dia 7 Maio à vice-presidente e deputada Dra Teresa Caeiro.
Esta Comissão foi recebida na Assembleia da República, no dia 19 de Junho, pela Relatora Deputada (PS) Eurídice Pereira, da Petição n.º 631– «Solicitam a construção de uma nova unidade de saúde familiar no Alto Seixalinho-Barreiro e a atribuição de um médico de família a todos os utentes do concelho do Barreiro», no âmbito do disposto na Lei de Exercício do Direito de Petição.

Como estão recordados foi argumentado anteriormente por este executivo que o terreno não servia para a construção do centro de saúde, sendo que apresentaram um outro terreno. No passado dia 20 de Fevereiro a Câmara Municipal aprovou, com as abstenções dos vereadores da CDU e do PSD, a apresentação de uma candidatura ao abrigo de apoio de fundos comunitários. O terreno proposto nessa decisão é o que se situa na antiga escavadeira, junto à escola Mendonça Furtado. No conjunto de entrevistas que a Comissão de Utentes levou a cabo com os Partidos, com excepção do PS Barreiro que não reuniu com a Comissão de Utentes, foi consensual que esse não seria o melhor local por não ser o que tem melhores acessibilidades. Mas, o que importava era dar o passo.

No dia 2 de Julho em assembleia municipal os eleitos da CDU questionaram o sr. Presidente da autarquia como se encontrava a candidatura à construção do centro de saúde, a resposta não foi dada. Ontem em sessão de câmara soubemos que a mesma nem foi feita pois o dinheiro atribuído não chegava para todas as candidaturas, havendo só 7 milhões para a área metropolitana.

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos não pode nem deve aceitar este argumento da falta de dinheiro, pelo menos tentaram fazer a candidatura? Tinham argumentos para apresentar a mesma. Ou será que só há argumentos para desbaratar o património dos Barreirenses?

Sr. Presidente devia ter respondido à questão e ter feito mais pelos barreirenses, pelos mais de 18 mil utentes que não têm medico de família, pela população do Alto do Seixalinho. A saúde dos barreirenses é também sua responsabilidade
Não foi com a retirada da placa no terreno que está disponível, não é com omissões às questões que lhe são colocadas que tem o apoio da população.

A Comissão de Utentes dos serviços públicos sempre quis fazer parte da solução e não do problema, iremos realizar um encontro com a população e decidir as lutas a levar a cabo no sentido de exigir a construção do centro de saúde.
A Construção da Unidade de Saúde no Alto Seixalinho será sempre vista como a satisfação de uma longa aspiração e reivindicação da população.

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos
Barreiro, 4 de Julho 2019

04.07.2019 - 13:29

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.