Conta Loios

moldura

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro
TCB dos 17 novos autocarros apenas 6 estão a circular em horas de ponta
. Surreal e insustentável

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro<br />
TCB dos 17 novos autocarros apenas 6 estão a circular em horas de ponta<br />
. Surreal e insustentávelA Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro, em comunicado refere que a "certificação do posto de abastecimento pela Direção Geral de Energias tarda em chegar", tal situação origina que - "para os utentes continua tudo na mesma, só que a juntar à frota de transporte rodoviário envelhecida e insuficiente, temos agora uma outra frota nova e parada."

A situação dos (novos) autocarros dos TCB

A 03 de abril de 2019 a Comissão de Utentes do Barreiro marcou presença na sessão de Câmara para questionar o executivo sobre o ponto de situação da nova frota de autocarros afetos aos Transportes Coletivos do Barreiro.
Colocou-se a questão:

«Boa tarde senhor Presidente e senhores/as vereadores/as,
A Comissão de Utentes quer saber se o autocarro movido a gás, apresentado na semana passada com a presença do Exmo. Primeiro-Ministro, já se encontra em circulação com vista a corresponder ao aumento da procura dos novos passes? Existe no Barreiro as infraestruturas necessárias para o abastecimento destes autocarros? Para quando as mesmas?».

Obtivemos como resposta que o primeiro autocarro seria um protótipo que funcionaria em modo teste até ao final de abril. Informaram-nos também que, adicionalmente a esse, já teriam chegado ao município mais 7 autocarros. Esperava-se então o licenciamento para que os mesmos pudessem operar. O vereador João Pintassilgo apontou a segunda quinzena de maio como meta para que os 8 veículos pudessem estar ao serviço do município. Em relação ao abastecimento de combustível, foi comunicado que, até ao final de abril, as obras estariam terminadas e que seria possível abastecer-se no município os novos autocarros.

Passados precisamente três meses, os utentes continuam à espera. Os números são claros, dos 17 novos autocarros, apenas 6 estão a circular em horas de ponta. O caráter surreal e insustentável da situação é que, não havendo um posto de abastecimento de gás natural apto no concelho, os autocarros vão até à Bobadela e voltam para operar no Barreiro, perdendo (grande) parte do abastecimento no caminho.

Na última Assembleia Municipal, terça-feira dia 02 de julho de 2019, foi mencionado que a certificação do posto de abastecimento pela Direção Geral de Energias tarda em chegar. Para os utentes continua tudo na mesma, só que a juntar à frota de transporte rodoviário envelhecida e insuficiente, temos agora uma outra frota nova e parada.

Adicionalmente, face à situação de supressão de barcos na Soflusa, o reforço de carreiras não seria somente urgente como acertado, permitindo que utentes da Soflusa tivessem possibilidade de recorrer ao comboio em Coina. O que se verifica é que o reforço destas carreiras foi apenas feito como “apaga-fogos” em dias específicos.

A Comissão de Utentes exige, por isso, uma ação mais assertiva e responsável do Executivo da CMB para responder à situação dos Transportes Coletivos do Barreiro.

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro
06-07-19

07.07.2019 - 15:52

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.