Conta Loios

moldura

Setúbal - Um sismo com intensidade de 2,9 na escala de Richter
Registado pelas 08h26 desta sexta-feira

Setúbal - Um sismo com intensidade de 2,9 na escala de Richter<br />
Registado pelas 08h26 desta sexta-feiraUm sismo com intensidade de 2,9 na escala de Richter, com epicentro a cerca de oito quilómetros a sudeste de Setúbal, foi registado pelas 08h26 desta sexta-feira.

De acordo com o IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o sismo, registado a uma profundidade de 18 quilómetros no estuário do Sado, foi sentido na região com intensidade máxima II, na escala de Mercalli modificada, e “não causou danos pessoais ou materiais”.

O instituto esclarece ainda que “se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados”.

O Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros apela a que quem sentiu o sismo transmita informação relativa a hora, local e efeitos sentidos, através do e-mail smpc@mun-setubal.pt.

Em caso de sismo, recorda a proteção civil, deve ser adotado um conjunto de medidas para minimização de riscos e danos.

Assim, quem estiver em casa ou noutro edifício, não deve utilizar as escadas, nem os elevadores caso se encontre num dos andares superiores. O procedimento recomendável é abrigar-se no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama.

Além disso, é aconselhável que as pessoas se mantenham afastadas de janelas e espelhos e que vigiem a possibilidade da queda de candeeiros, móveis ou outros objetos.

Durante um sismo, é importante manter a calma e ficar debaixo de uma mesa ou da cama, dobrando o corpo sobre os joelhos e protegendo a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos, para, dessa forma, aguardar até que a terra pare de tremer.

Quem estiver na rua, deve afastar-se de árvores, postes elétricos, muros e edifícios, bem como ter cuidado com os cabos de alta tensão caídos e com os objetos que estejam em contacto com eles.

É importante procurar um local distante dos edifícios como praças, jardins ou avenidas amplas. Quem resida no meio rural, deve dirigir-se a um local descampado.

As pessoas que se encontrem em viagem devem permanecer no carro à espera que a situação acalme, ou seja, até poder deslocar-se para um local longe dos edifícios.

Na praia, perante a possibilidade da ocorrência de um tsunami, as pessoas devem deslocar-se rapidamente para uma zona alta e afastada da costa.

Em edifícios com grande concentração de pessoas, o ideal é permanecer no local até o abalo sísmico parar e depois sair com calma, tendo atenção a paredes, chaminés, fios elétricos, candeeiros e outros objetos que possam cair.

Em caso de dúvida, recomenda-se o contacto com o Centro Municipal de Operações de Socorro, através da aplicação “Setúbal SOS” ou, diretamente, pelo Número Municipal de Emergência 800 212 216.

23.08.2019 - 16:05

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.