Conta Loios

moldura

Montijo - Sarilhos Grandes entre Dois Mundos
Dia Aberto Projeto SAND - história da Igreja de S.Jorge e da Ermida de N.ª Sra da Piedade.

Montijo - Sarilhos Grandes entre Dois Mundos<br />
Dia Aberto Projeto SAND - história da Igreja de S.Jorge e da Ermida de N.ª Sra da Piedade.   <br />
No próximo dia 13 de agosto, o Projeto SAND – Sarilhos Grandes entre Dois Mundos abre portas à população e todos os interessados em arqueologia e antropologia. Às 10h00 e às 18h00, há visitas guiadas ao campo-escola, à Igreja de S. Jorge e Ermida de N.ª Sra da Piedade.

A equipa multidisciplinar do Projeto SAND vai, assim, desenvolver um Dia Aberto para dar a conhecer o projeto, os trabalhos em curso, a história da Igreja de S. Jorge e da Ermida de N.ª Sra da Piedade.
As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no local ou em https://forms.gle/tdvkQzaRKegtay3b9 . No máximo, serão aceites dez participantes por cada grupo.

Devido à pandemia de covid-19, o SAND interrompeu os trabalhos no início de março, tendo voltado ao terreno no passado dia 13 de julho. Até 2 de outubro, está a decorrer o campo escola de antropologia e arqueologia na Ermida de N.ª Sra da Piedade e na necrópole e Igreja de S. Jorge, em Sarilhos Grandes, Montijo.

O projeto resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal do Montijo, a Universidade de Coimbra, a Diocese de Setúbal, entre outras entidades.

A sua primeira fase teve lugar em 2008, no âmbito de uma intervenção de salvaguarda de uma empreitada da SIMARSUL, que conduziu à descoberta de 21 enterramentos dos séculos XV-XVII. Desde então, uma equipa multidisciplinar tem realizado estudos com o objetivo de obter informações acerca da dieta e das doenças da população de Sarilhos Grandes.

Os dados alcançados até 2018 permitiram dar a conhecer uma amostra de população ribeirinha cujas investigações levaram à identificação alguns parasitas relacionados com a ingestão de carnes e de águas contaminadas, o consumo de batata, centeio/trigo, feijão ou grão-de-bico entre outros vegetais, bem como de crustáceos. Alguns destes achados, bem como do fungo Candida albicans, foram pela primeira vez identificados em território nacional nas cronologias em estudo.

Com esta nova fase do Projeto SAND, que foi aprovada pela Direção Geral do Património Cultural, pretende-se aprofundar este estudo histórico, arqueológico e bio-antropológico da população ribeirinha de Sarilhos Grandes, no período medieval e moderno (séc. XII a XVIII).

30.07.2020 - 13:05

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.