Conta Loios

moldura

Na zona do Barreiro e Almada megaoperação conjunta da Polícia Marítima
Desmantelou três redes internacionais ligadas à captura ilegal de amêijoa no rio Tejo
. Cinco detidos

Na zona do Barreiro e Almada megaoperação conjunta da Polícia Marítima <br />
Desmantelou três redes internacionais ligadas à captura ilegal de amêijoa no rio Tejo<br />
. Cinco detidos A Polícia Marítima, através da Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia, realizou ontem uma megaoperação conjunta na zona do Barreiro e de Almada, na qual foram detidas cinco pessoas e apreendidas 16 viaturas (três de alta cilindrada), duas embarcações, mais de 40 mil euros em dinheiro, mais de duas toneladas de amêijoa, duas armas de fogo, uma arma branca e vários dispositivos eletrónicos.

A operação internacional resultou de uma investigação que decorria há cerca de dois anos e permitiu desmantelar três redes internacionais ligadas à captura ilegal de amêijoa no rio Tejo. Nesta operação, que teve início na madrugada de ontem, foram executados 34 mandados de busca e apreensão, com a colaboração da PSP, por suspeita da prática de crimes relacionados com a captura ilegal de amêijoa no Tejo com recurso a mão-de-obra ilegal, falsificação de documentos, crimes contra a saúde pública, fraude sobre mercadorias, fraude fiscal e branqueamento de capitais, e posse de arma ilegal.

Os cinco detidos, de nacionalidade portuguesa, vão ser presentes a tribunal nos próximos dias.

Nesta operação, que contou com a colaboração da Europol, da PSP, do Corpo Nacional de Polícia (Espanha), da Carabinieri e da Guardia di Finanza (Itália) e a Gendarmerie (França), estiveram envolvidos 90 operacionais da Polícia Marítima, apoiados por 26 viaturas .

11.05.2021 - 17:55

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.