moldura

Câmara do Seixal aprova abertura de concurso para construção do futuro Parque Urbano

Câmara do Seixal aprova abertura de concurso para construção do futuro Parque Urbano Com um investimento camarário previsto a rondar os 1,2 milhões de euros
Câmara do Seixal aprova abertura de concurso para construção do futuro Parque Urbano, com espelho de água, em Corroios

O executivo da Câmara Municipal do Seixal aprovou, na reunião pública realizada esta quarta-feira, a abertura do concurso público para a construção do futuro Parque Urbano de Corroios, que, entre outras mais-valias, ficará dotado de 2 espelhos de água que irão ocupar uma área total de 1,69 hectares. O preço-base da obra tem o valor de 1 198 298,11 euros, seguindo-se agora a fase de adjudicação. Segundo o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva, «pretende-se consolidar, nesse território, um espelho de água dotado de recirculação de água e tratamento das margens, que priviligie o usufruto dos utilizadores e que crie um espaço harmonizado de estadia, de equlíbrio ambiental e em que se possa beneficiar do seu enchimento através das águas da precipitação. No fundo, será criado um ecossistema que funcionará como atração de lazer para a população, ao mesmo tempo que contribuirá para a regulação e minimização do impacte de períodos de intensa precipitação».

Ao nível dos grandes investimentos previstos, destaque, igualmente, para a aprovação da adjudicação da empreitada de remodelação do Sistema de Abastecimento de Água de Belverde, pelo valor de 2 664 291, 29 euros, demonstrando, uma vez mais, que a gestão pública do Sistema de Abastecimento de Água, pela câmara municipal, é aquela que melhor serve a população do ponto de vista da qualidade da água bem como do preço praticado à população.

O executivo aprovou, ainda, a assinatura de um protocolo com a Administração do Porto de Lisboa que visa regular a gestão, pelo município, das praias dos Pinheirinhos, do Seixal, da Ponta dos Corvos, dos Barcos e da Velha, sendo cedida à câmara, a título gratuito, a gestão e exploração desses espaços. Desta forma, a autarquia ficará com a possibilidade de explorar turisticamente a zona da Baía do Seixal, criando novos produtos turísticos e aproveitando, dessa forma, todo o potencial que é reconhecido para aquela zona. Paulo Silva refere que, «a reforçar essa ideia, está o facto de, brevemente, estas praias poderem vir a ser identificadas como águas balneares interiores ou qualificadas como praias de banhos de águas fluviais e lacustres, legitimando a sua fruição pelos banhistas e deixando de ser consideradas águas não identificadas como balneares».

No âmbito dos apoios financeiros concedidos às instituições e associações, no valor global de 1 161 447, 42 euros, foram contempladas as Associações Humanitárias de Bombeiros Mistos do Seixal e de Amora, a Delegação da Foz do Tejo da Cruz Vermelha do Seixal, a Associação de Moradores dos Redondos (para a construção do futuro pavilhão desportivo), o Grupo de Futsal Amigos da Encosta do Sol (apoio à realização do 8.º Eco-Run Dom Paio Peres - Interassociações), a Associação de Moradores da Quinta da Fábrica (trabalhos de requalificação do polidesportivo) e, ainda, a Associação dos Amigos do Tocá Rufar no âmbito do projeto musical «Tocá Rufar Sem Fronteiras», a ser implementado no âmbito das operações integradas em comunidades desfavorecidas, tratando-se de um importante projeto musical com relevância comunitária no bairro da Cucena.

Nesta sessão, foi também aprovada a 1.ª revisão às Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano em curso, resultando numa incorporação do saldo de gerência da execução orçamental e no aumento das transferências do Estado para o município, na ordem dos 20,4 milhões de euros, decorrentes do previsto no Orçamento de Estado para 2024. Esta verba adicional permitirá à autarquia fazer face ao aumento da despesa em áreas específicas, tais como a Taxa de Gestão de Resíduos e a Tarifa de Entrega de Resíduos Urbanos, assim como à necessidade de efetuar ajustamentos à rubrica de despesa de forma a garantir dotação suficiente para aumentar o investimento público nas áreas da educação, desporto, cultura, ambiente e sustentabilidade. Também neste âmbito, foi aprovado o saldo de gerência da execução orçamental, relativa ao exercício de 2023, no montante de 15 134 841,27 euros.

De destacar, por fim, a aprovação do projeto de regulamento do Fórum Seixal Jovem, que pretende assumir-se como um espaço que dará continuidade e aprofundamento ao trabalho de estreita ligação com o movimento associativo juvenil e que tem vindo a ser desenvolvido com a autarquia há mais de 2 décadas. Um modelo participativo que o movimento associativo juvenil valorizou como sendo uma estrutura simples, flexível, inclusiva, dinâmica e desburocratizada, adequada à realidade do movimento associativo juvenil e da juventude do concelho. Foram também aprovadas as normas de participação no programa Ações Jovens 2024, que visa o apoio ao movimento associativo juvenil, sendo este um dos principais eixos de atuação municipal no domínio da juventude.

09.02.2024 - 20:42

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.