Conta Loios

moldura

DIA DA CIDADE DE SETÚBAL
XII Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage
Pedro Baptista vencedor na modalidade Poesia com «Dizer do Pó»

DIA DA CIDADE DE SETÚBAL<br>
XII Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage<br>
Pedro Baptista vencedor na modalidade Poesia com «Dizer do Pó» Concursos de poesia, concertos e tertúlias foram algumas das várias actividades realizadas entre terça e quarta-feira, no âmbito do Dia de Bocage e da Cidade, celebrado ontem em Setúbal.

A cerimónia de entrega de prémios do XII Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage, promovido pela Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, decorreu ao final da tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, depois do concerto pela Orquestra da Escola de Música da Sociedade Musical Capricho Setubalense, no coreto da Avenida Luísa Todi.

Pedro Baptista, de Coimbra, foi o vencedor, na modalidade Poesia, com “Dizer do Pó”, enquanto Emma Carreira, de Leiria, destacou-se na modalidade de Revelação, com o trabalho “A Lenda de Pedro Roberto”.

A distinção na categoria de Conto coube a Mário João da Silva Alves, de Matosinhos, que concorreu com o texto “Afonso Cabrita, meu Tio, Ensaísta, Toureiro e Melancólico”.

Estes foram os três vencedores da edição de 2010, que registou o maior número de sempre de participações, com cerca de 300 trabalhos.

A música e a poesia, com o serão cultural “…E o nosso canto é este”, encerram o programa do Dia de Bocage e da Cidade, que começou logo pela manhã, com as cerimónias oficiais e a sessão solene evocativa, que incluiu a entrega de lembranças aos funcionários aposentados da Autarquia e a atribuição das medalhas honoríficas a personalidades e entidades do Concelho.

A inauguração do pólo de S. Julião da Biblioteca Municipal, após obras de beneficiação do espaço, foi também um dos pontos altos do programa de ontem.

Na véspera do feriado municipal, na terça-feira à noite, no Club Setubalense, Bocage e a época contemporânea do poeta sadino voltaram a ser o tema central da 11.ª edição da tertúlia “Eis Bocage... Conversas de Botequim”.

A obra “Espíritos das Luzes”, de Octávio Santos serviu como ponto de partida para o encontro promovido pela Câmara Municipal e o jornal digital Setúbal na Rede.

Durante a tertúlia, que contou com a presença do escritor, actores das companhias Teatro Animação de Setúbal, Teatro do Elefante e Teatro Estúdio Fontenova, deram vida a trechos do livro de Octávio Santos.

A obra de ficção, que o assessor da Cultura da Autarquia, Manuel Augusto Araújo, definiu como “não sendo de leitura fácil, mas extremamente fascinante”, faz referência a várias personalidades e factos dos séculos XVIII e XIX, como o Marquês de Pombal, Luísa Todi, o terramoto de 1755 ou a principal invenção de Bartolomeu de Gusmão, a passarola.

Nos interregnos das leituras dos trechos, Marcos Magalhães, de os “Músicos do Tejo”, interpretou várias peças musicais para cravo. O músico, de resto, dirigiu o projecto “Árias de Luísa Todi”, a primeira produção no País dedicada a obras interpretadas pela famosa cantora lírica setubalense.

A tertúlia caracterizou-se por um ambiente descontraído, onde o público assistiu às actuações quase como se estivesse num botequim, ao estilo da época bocagiana, com vinho, pão, chouriço e azeitonas a condimentar o serão.

A noite contou ainda com a apresentação oficial do Núcleo de Poesia de Setúbal, por Henrique Mateus. Trata-se de uma iniciativa de vários munícipes do Concelho, espelhada num boletim que o recém-formado núcleo publica e distribui periodicamente pela população.

As actividades integradas nas Comemorações Bocagianas, organizadas pela Câmara Municipal e que decorrem entre os dias 10 e 26, continuam no fim-de-semana, com o I Concurso de Estátuas Vivas, integrado na “0 Bienal de Artes de Rua”.

Esta iniciativa promovida pela Autarquia e pelo Teatro do Elefante, decorre no sábado, a partir das 10h00, na Avenida Luísa Todi e no Largo José Afonso.

O XVIII Open Nacional de Damas Clássicas – Cidade de Setúbal tem início, no mesmo dia e à mesma hora, na Sociedade Musical Capricho Setubalense, numa organização da Associação de Damas de Setúbal, prosseguindo o programa comemorativo com mais um concerto do projecto municipal “Um Fado por Setúbal”, às 21h00, nas arcadas dos Paços do Concelho, em que actuam 14 fadistas.

A música regressa no domingo, pelas 18h00, no Jardim de Vanicelos, com a actuação de alunos e professores da Escola de Música Dámsom, no âmbito do programa “Há Jazz nos Jardins”. A iniciativa regressa a 26, no Jardim da Beira-Mar.

As melhores obras que participaram na edição deste ano do concurso cinematográfico “Curtas Sadinas” voltam a ser exibidas ao público nos dias 24 e 25, sempre a partir das 22h00, na Casa Bocage.

16.9.2010 - 17:21

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.